quarta-feira, dezembro 08, 2010

Deve-se oferecer presentes de Natal aos colegas de trabalho ou patrão?






Regra geral, não se deve oferecer um presente de Natal ao patrão. Isto porque este gesto pode ser compreendido como uma espécie de “ tentar cair nas suas boas graças”, ficando a sensação que está a tentar que ele fique na dívida para consigo. Nem sempre é assim, mas mais vale prevenir e evitar este tipo de constrangimento; até porque adicionalmente poderá criar mau ambiente com os colegas. Todavia, se oferecer um presente que tenha sido comprado em conjunto com os restantes colegas de trabalho, desde que seja um presente simbólico, e nada muito dispendioso, não há qualquer problema.

Relativamente à troca de presentes entre colegas de trabalho, o ideal é fazerem trocas de presentes cegas. Cada pessoa compra um presente simbólico até um valor determinado, todos são colocados dentro de um saco, e posteriormente cada pessoa que participou, retira um presente às cegas. Para além de ser um gesto mais simbólico do que outra coisa, é bom para o ambiente de trabalho, pois pode ser um momento bem divertido. Se isto não acontecer, não há problema algum em oferecer um presente de Natal aos colegas mais chegados. Porém, a entrega destes presentes deve ser discreta para que os outros não sintam que foram descriminados. Por vezes o ideal é fazê-lo fora do local do trabalho.