quarta-feira, maio 25, 2011

Como se deve comportar num funeral


Um funeral é um acontecimento que faz parte da vida, e mesmo numa altura destas, apesar de todo o sofrimento que existe, nem sempre quem assiste sabe o que dizer, o que fazer, como se vestir ou como se deve comportar. Existem inúmeras dúvidas para quem se encontra com quem está a sofrer.

Nestas alturas o desejo de minimizar a dor e dar conforto são grandes, mas nem sempre é claro o que se pode ou deve fazer.  Saiba o que fazer, dizer e o que não dizer a alguém que sofreu uma perda e espera receber condolências.


Mostre-se prestável

Um abraço, um toque no braço ou na mão podem ajudar a reduzir a dor e fazer a outra pessoa sentir que você está presente - na realidade ajuda a dor a ser mais suportável. Dizer algumas palavras de condolências é apropriado, mas tenha em atenção como  é que a outra pessoa se encontra e das suas obrigações sociais no funeral. Se a pessoa falar sobre quem faleceu, isso pode ser um sinal que deseja falar sobre isso e partilhar alguma memória. Você deverá seguir as dicas dadas e acrescentar alguma frase sobre o assunto. Mas acima de tudo saiba ouvir. O que dizer:
“Lamento a sua perda”
“Lamento muito”

Não diga nada mais do que o suficiente. Dizer coisas a mais pode ser um desastre num funeral, por isso tenha o bom senso de saber perceber quando deve refletir e ficar em silêncio. 

Se quiser oferecer ajuda

Se pretender oferecer ajuda prepare-se para isso, pensando previamente no que pode fazer pela pessoa ou família. Pense se poderá oferecer o jantar, oferecer-se para ir às compras, cuidar das crianças, ajudar na limpeza da casa... Diga à pessoa algo como  “Lamento muito. Gostaria de ajudar com as compras, com o jantar ou a cuidar das crianças. Se hoje não for conveniente pensares nisso, amanhã ligo-te para combinarmos.” Faça a pessoa perceber que está disponível para a ajudar no que necessitar. 


Evite algum tipo de comentário que possa magoar

A sensação de perda e a tristeza de perder alguém é uma das experiências mais marcantes da vida, e cada pessoa tem a sua própria forma de a viver. Embora seja comum sentir empatia por quem se encontra nesta situação e desejar partilhar a sua experiência  para fazer a outra pessoa sentir-se melhor, a verdade é que não o deve fazer. O que não dizer:
“Sempre podes ter mais filhos”  ou “Ainda bem que tens outros filhos” (no caso da perda de uma criança)
“Foi a vontade de Deus”
“Deus não nos dá tristezas que não possamos suportar”
“Não estavas pronto para isto”
"Sei bem como te sentes"
"E o que vais fazer com o dinheiro dele?"


Vista-se de acordo com o momento

Evite roupas demasiado coloridas, e vista-se formalmente. Um sinal de demonstração de respeito é vestir-se bem. Para um homem, vista o seu melhor fato escuro (preto, cinza, azul escuro), complementado por uma gravata escura. Uma mulher pode vestir um bom fato ou vestido de comprimento adequado(abaixo do joelho) em tons escuros. Não use jeans, ténis ou roupas decotadas. 

Evite as conversas sociais

Mesmo que estejam muitos amigos seus presentes no funeral, ou pessoas que conheça, evite conversar sobre assuntos que não dizem respeito a esse momento. Cumprimente as pessoas e remeta-se respeitosamente ao silêncio. Depois de dadas as condolências a quem deve, não deve ficar a conversar com outras pessoas que também foram prestar as suas condolências, nem que seja sobre quem faleceu. Um funeral embora seja uma ocasião social não é propriamente um momento para conviver, é um momento de seriedade, respeito e consideração.

Sem comentários:

Enviar um comentário